Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Caminhão-bomba mata mais de 50 pessoas no Iraque

Atentado reivindicado pelo Estado Islâmico atingiu mercado frequentado por xiitas

Por Da Redação 13 ago 2015, 06h22

Mais de 50 pessoas morreram na explosão de um caminhão-bomba em um lotado mercado popular de Bagdá nesta quinta-feira. O atentado, um dos maiores no Iraque neste ano, atingiu o distrito Cidade de Sadr, um bairro de maioria xiita – alvos frequentes de terroristas sunitas. Em um comunicado postado na internet, o Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque.

Fontes da polícia e dos centros médicos disseram à agência Associated Press que pelo menos 58 pessoas morreram e outras 89 ficaram feridas no ataque. Muitas das vítimas eram camponeses que tinham ido ao mercado vender os seus produtos. A explosão do veículo, um caminhão frigorífico carregado com uma grande quantidade de explosivos, destruiu várias lojas do mercado e incendiou automóveis estacionados na região.

LEIA TAMBÉM:

EUA lançam primeiro ataque contra o EI a partir da Turquia

Atentado do EI contra mercado mata mais de 120 no Iraque

Em um cenário devastador, em meio a carros em chamas, equipes de resgate tentavam recuperar partes de corpos no local – algumas delas foram parar no topo de construções próximas por causa da força da explosão. Muitos cavalos que carregavam frutas e verduras também morreram.

O Iraque enfrenta desde junho de 2014 uma violenta guerra contra o Estado Islâmico, que conquistou amplas zonas de seu território e da vizinha Síria e frequentemente lança ataques terroristas contra a população civil. No mês passado, outra explosão de caminhão-bomba em um mercado de Bagdá matou mais de 120 pessoas.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade