Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Cameron defende atuação de britânicos em bombardeios na Síria

A parlamentares, primeiro-ministro afirmou que Estado Islâmico ameaça interesses da Grã-Bretanha e que o país não pode "terceirizar sua segurança"

Por Da Redação 26 nov 2015, 09h44

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, defendeu nesta quinta-feira que a Grã-Bretanha passe a atuar nos bombardeios a redutos do Estado Islâmico (EI) na Síria. Em declaração por escrito enviada ao Comitê das Relações Exteriores do Parlamento britânico, o premiê pediu o apoio dos deputados para ampliar o combate aos jihadistas. Atualmente, o país participa apenas de ataques no Iraque.

“É um erro para a Grã-Bretanha terceirizar sua segurança a outros países e esperar que as tripulações de outras nações assumam as cargas e os riscos de atacar o Estado Islâmico na Síria para deter o terrorismo no Reino Unido”, disse Cameron no documento, em referência aos bombardeios realizados por países como Estados Unidos e França.

Leia também:

Hollande e Cameron visitam Bataclan para homenagear vítimas dos ataques

Também nesta quinta-feira, Cameron fez um discurso no Parlamento, durante o qual afirmou que o EI ameaça os interesses da Grã-Bretanha. Ele reconheceu que os ataques aéreos dos britânicos não são suficientes para derrotar os terroristas, mas podem ajudar a diminuir a capacidade de eles se organizarem em um local onde “se sentem mais seguros”. O premiê deve submeter a ampliação dos bombardeios contra o EI à votação do Parlamento.

França – Nesta segunda-feira, Cameron viajou a Paris e, junto com o presidente francês, François Hollande, prestou uma homenagem às pessoas que morreram na casa de shows Bataclan. Durante a visita, o premiê britânico disse que faria tudo o que está ao seu alcance para ajudar a França “a combater esse maléfico culto à morte”.

(Da redação)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)