Clique e assine a partir de 9,90/mês

Camarões anuncia morte de 100 terroristas do Boko Haram

Operação realizada na fronteira com a Nigéria também libertou 900 reféns do grupo extremista

Por Da Redação - 2 dez 2015, 15h51

O Exército de Camarões matou cerca de 100 terroristas nigerianos do Boko Haram, libertou 900 reféns e apreendeu bandeiras do Estado Islâmico (EI) durante uma operação de três dias no extremo norte do país, anunciou nesta quarta-feira o ministério da Defesa camaronês.

“Uma operação especial realizada de 26 a 28 de novembro contra combatentes do Boko Haram em áreas de fronteira com a Nigéria permitiu neutralizar mais de uma centena de jihadistas”, declarou em um comunicado à imprensa o ministro da Defesa Joseph Beti Assomo.

De acordo com o comunicado, esta operação também ajudou a “libertar cerca de 900 reféns, apreender um grande carregamento de armas e munições, bem como bandeiras do Estado islâmico”. Nenhum detalhe foi fornecido sobre o perfil dos reféns libertados.

Em abril de 2014, o Boko Haram chocou o mundo ao sequestrar 276 meninas de uma escola em Chibok, na Nigéria, que desencadeou a campanha global chamada #BringBackOurGirls (#DevolvamNossasMeninas). Um ano e meio depois, mais de 200 garotas ainda estão desaparecidas.

Leia também:

Conheça os grupos terroristas que mais matam no mundo

Ataques suicidas de adolescentes deixam 12 mortos em Camarões e Nigéria

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade