Clique e assine a partir de 9,90/mês

Calor de 49 graus provoca centenas de mortes na Índia

Os mais afetados pelas altas temperaturas são os idosos e pessoas com pouco acesso à informação, como mendigos e os sem-teto. Forte calor deve continuar por mais uns dias

Por Da Redação - 25 maio 2015, 09h28

Pelo menos 432 pessoas morreram desde quarta-feira nos Estados de Telangana e Andhra Pradesh, no sudeste indiano, por causa de uma forte onda de calor que levou os termômetros na região a atingirem 49 graus Celsius, informa a BBC nesta segunda-feira. Porta-vozes dos departamentos regionais de Gestão de Desastres situaram o número de mortos em Andhra Pradesh em 246 e em Telangana em 186.

Segundo Tulsi Rani, do departamento de Gestão de Desastres de Andhra Pradesh, a maioria dos mortos era de pessoas com mais de 50 anos, mais suscetíveis à desidratação. O governo orienta as pessoas a se protegeram, evitarem ficar sob o sol durante as horas mais quentes do dia e se hidratarem, mas as informações parecem difíceis de serem assimiladas entre as parcelas mais pobres das regiões afetadas. O governo de Andhra Pradesh informou ao jornal Indian Express que os mais afetados pela onda de calor são “idosos, pessoas que fazem trabalhos em áreas externas, mendigos e os sem-teto”.

Leia também

Enfermeira estuprada que estava em coma há 42 anos morre na Índia

Continua após a publicidade

Polícia indiana usará drones com spray de pimenta em protestos

O serviço de meteorologia do país adverte que as altas temperaturas vão continuar durante os próximos três ou quatro dias. O diretor do centro meteorológico de Hyderabad, capital de Telangana, explicou ao jornal local Hindustan Times que a onda de calor que afeta a região desde a quarta-feira se deve à confluência de um “ar seco do noroeste e uma área de pressão atmosférica relativamente baixa no leste”. Sem ventos, a massa de ar quente está praticamente estacionada sobre parte do país.

(Da redação)

Publicidade