Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Calderón encerra cúpula do G20 com maior acordo de capitalização no FMI

Por Da Redação - 19 jun 2012, 19h43

Los Cabos (México), 19 jun (EFE).- A cúpula do Grupo dos 20 (G20) concluiu nesta terça-feira no México considerada ‘um sucesso’, com a determinação de ações para enfrentar a crise da zona do euro, e com a maior capitalização de sua história para o Fundo Monetário Internacional (FMI), acima dos US$ 450 bilhões.

‘É uma conquista que envolveu vários meses de intensas negociações’, disse Calderón no encerramento da Cúpula, em mensagem à imprensa. Na ocasião, o presidente mexicano agradeceu o esforço realizado pelos países emergentes, em particular China, Brasil e Rússia.

A cúpula do G20 começou na última segunda-feira com a presença dos chefes de Estado e Governo de mais de 20 países. A crise da dívida da zona do euro esteve no centro das discussões da reunião, na tentativa de enfrentar decisivamente a tensão econômica do bloco. EFE

act/cl

Publicidade

(foto)

Publicidade