Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Republicano, Bush descarta fraude nas eleições e parabeniza Biden

O ex-presidente diz que Trump tem direito a pedir recontagem de votos, mas que eleição foi "fundamentalmente justa"

Por Josette Goulart Atualizado em 8 nov 2020, 15h26 - Publicado em 8 nov 2020, 15h11

O ex-presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, parabenizou neste domingo, 8, o presidente eleito Joe Biden e a vice-presidente eleita Kamala Harris pela vitória nas eleições. “Acabei de falar com o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden. Estendi minhas calorosas felicitações e agradeci a mensagem patriótica que ele transmitiu na noite passada”, disse o ex-presidente em comunicado. Com esta nota do republicano, agora todos os presidentes americanos vivos reconheceram a vitória de Biden. Bush disse que Trump tem direito a pedir recontagem de votos e buscar caminhos na Justiça, mas reforçou  para os americanos que eles devem saber que a eleição foi justa.

“O fato de tantos dos nossos concidadãos terem participado nestas eleições é um sinal positivo da saúde da nossa democracia e uma lembrança ao mundo da sua força. Não importa como você votou, seu voto contou. O presidente Trump tem o direito de solicitar recontagens e buscar contestações legais, e quaisquer questões não resolvidas serão devidamente julgadas. O povo americano pode ter confiança de que esta eleição foi fundamentalmente justa, que sua integridade será mantida e seu resultado, claro”, disse Bush.

  • O Partido Republicano não reconheceu ainda vitória de Biden e tem apoiado Donald Trump nos pedidos de recontagem de votos. Trump segue publicando em seu Twitter que as eleições foram roubadas e alegando fraudes, sem apresentar provas do que diz. A apuração ainda não terminou, mas Biden já atingiu 279 votos dos 270 votos do colégio eleitoral americano que precisava para se eleger. Sua vitória foi contabilizada a partir da vitória de virada no estado da Pensilvânia, que é um dos estados dos quais Trump tenta judicialmente anular os votos recebidos pelos correios depois das eleições. Em números totais, Biden tem 75,3 milhões de votos, ou 50,5% do total de votos. Trump teve até agora 71 milhões de votos. O número expressivo de votos de Trump também foi mencionado por Bush: “Quero parabenizar o presidente Trump e seus apoiadores por uma campanha árdua. Ele ganhou os votos de mais de 70 milhões de americanos – uma conquista política extraordinária. Eles falaram, e suas vozes continuarão a ser ouvidas pelos republicanos eleitos em todos os níveis de governo.”

    Publicidade