Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Britânicos são condenados por roubar rapaz ferido nos distúrbios de 2011

Londres, 2 mar (EFE).- Dois jovens britânicos foram declarados nesta sexta-feira culpados de roubar um estudante malaio ferido durante os distúrbios do agosto do ano passado em Londres enquanto pretendiam ajudá-lo, um fato que causou comoção no Reino Unido.

O júri do tribunal de Wood Green decidiu o veredito por unanimidade, apesar de os processados serem sentenciados em outra audiência nos próximos dias.

Os condenados são John Kafunda, de 22 anos, acusado de roubo e alteração violenta da ordem pública, e Reece Donovan, da mesma idade, processado pelos mesmos delitos mais outro de roubo em um supermercado.

Ambos roubaram Ashraf Rossli, um estudante malaio de 21 anos que estava há apenas um mês em Londres, depois que este foi atacado por um grupo de arruaceiros durante os distúrbios.

John foi filmado com um telefone celular pondo um braço ao redor do jovem ferido como se quisesse protegê-lo e prestar-lhe ajuda antes de roubar-lhe.

Donovan também foi captado pela câmera mexendo na bolsa do estudante malaio enquanto este lhe dava as costas.

Estas imagens foram colocadas no You Tube e causaram comoção nacional, em um momento em que várias cidades inglesas viviam distúrbios e confrontos com a Polícia.

Rossli acabava de chegar ao Reino Unido quando no dia 8 de agosto foi vítima do ataque em Barking (leste de Londres), quando ia de bicicleta paraa fazer companhia a uma amiga assustada com a violência suscitada na capital britânica.

Outro jovem, Beau Isagba, de 17 anos, bateu em sua mandíbula e lhe roubou a bicicleta na qual circulava, após o que o estudante lhe furtou um PlayStation e dez jogos avaliados em 500 libras (cerca de 600 euros). Isagba será sentenciado no dia 9 de março. EFE