Clique e assine a partir de 9,90/mês

Britânicos realizam primeiros ataques aéreos na Síria

Bombardeios aconteceram horas após o Parlamento da Grã-Bretanha aprovar ofensiva contra focos do Estado Islâmico no país

Por Da Redação - 3 dez 2015, 07h53

A Grã-Bretanha realizou, na madrugada desta quinta-feira, os primeiros ataques aéreos na Síria, segundo o Ministério da Defesa. Os bombardeios, que têm como alvo os redutos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), foram autorizados pelo Parlamento na noite de quarta-feira em uma votação que teve 397 votos favoráveis e 223 contrários.

Os ataques foram feitos com quatro caças Tornado da Força Aérea Britânica (RAF), que decolaram do Chipre. Segundo o ministro da Defesa da Grã-Bretanha, Michael Fallon, a ação foi direcionada para o campo petrolífero de Omar, um “golpe” para a fonte de financiamento do EI. À emissora britânica BBC, Fallon disse ser possível que os bombardeios no país persistam “por anos, em vez de meses”.

Leia também:

Cameron defende atuação de britânicos em bombardeios na Síria

Hollande e Cameron visitam Bataclan para homenagear vítimas dos ataques

Bombardeios da Rússia na Síria já deixaram mais de 1.500 mortos

A RAF tem atacado alvos do EI no Iraque desde 2014, mas o primeiro-ministro David Cameron relutava em pedir aprovação do Parlamento para fazer o mesmo na Síria, temendo uma derrota política. Os ataques terroristas de 13 de novembro em Paris, no entanto, deram ao premiê um forte argumento à favor da ação militar.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade