Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Briga em prisão da Guatemala termina com 16 mortos; 3 detentos foram decapitados

O centro de detenção tem capacidade para 600 presos, mas abriga atualmente 3.092 pessoas

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h18 - Publicado em 30 nov 2015, 17h15

Uma briga entre detentos de uma prisão superlotada na Guatemala terminou com a morte de 16 presidiários, entre eles três decapitados. O centro de detenção Granja Penal Canadá, que fica na zona rural do país, a 75 quilômetros da Cidade da Guatemala, tem capacidade para 600 presos, mas abriga atualmente 3.092 pessoas.

A briga teria começado no domingo, entre membros das facções criminosas rivais, e se espalhou para outros detentos, culminando em uma grande rebelião. A maior parte dos prisioneiros mortos tinha marcas de balas ou ferimentos de facas. Não foi divulgado o número de feridos.

O vice-ministro do Interior da Guatemala, Elmer Sosa, informou que policiais de militares tiveram de invadir o local depois que sons de tiros foram ouvidos no interior da cadeia.

Leia também:

‘Tiririca da Guatemala’ é eleito presidente do país

Prefeito é linchado e queimado vivo na Guatemala

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade