Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Breaking Bad’ chinês: professor é condenado a prisão perpétua

O docente de química faturava mais de 1 milhão de reais por ano com a venda de drogas no exterior

Um professor de química da China detido em 2015 por fabricar drogas foi condenado à prisão perpétua por narcotráfico. O homem foi apelidado pela imprensa local de “Walter White chinês”, pela similaridade com o protagonista da série televisiva Breaking Bad.

A sentença foi ditada na quinta-feira – embora só tenha sido revelada nesta sexta-feira – pelo Tribunal Popular Intermediário de Wuhan, uma cidade no centro do país. A corte determinou que o professor, de sobrenome Zhang, tinha construído um negócio ilegal de produção de drogas e vendia seus produtos no exterior pela internet, o que gerava 4 milhões de yuanes anuais (1,82 milhões de reais).

O ajudante do professor, de sobrenome Yang, também foi condenado pelo mesmo tribunal. Ele foi condenado à morte, mas com uma suspensão da pena por dois anos. Caso o réu mostre boa conduta até lá, a sentença pode ser suspensa e a prisão perpétua instituída.

Zhang e Yang começaram em 2005 a fabricar em laboratório vários produtos químicos com fins comerciais, entre eles a metilona, um psicotrópico derivado das anfetaminas. O professor de química universitário decidiu iniciar o negócio ao saber que havia grande demanda deste tipo de produto no exterior.

Após a detenção, muitos chineses compararam o caso com a ficção representada na popular série americana Breaking Bad, também muito popular entre os espectadores do país asiático.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Malandragem da Justica Chinesa: o professor passará a vida trabalhando de graça para o governo; o ajudante, se mostrar que tem algo a oferecer em 2 anos, trocará o caixão pelo trabalho escravo.

    Curtir