Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Brasileiro é preso na Argentina por suspeita de pedofilia

Polícia encontrou duas crianças em cárcere privado; pedófilo filmava as cenas de abuso e vendia vídeos a outros países

Por Da Redação 25 set 2018, 19h31

Um brasileiro de 29 anos foi preso hoje (25) na cidade argentina de Villa La Rana por suspeita de abusar de menores, produzir e comercializar vídeos de pornografia infantil e manter crianças em cárcere privado. A investigação deste caso, com conexões nos Estados Unidos, começou em junho de 2016.

O suspeito foi acusado de cometer pedofilia, informou o Ministério de Segurança da Argentina. Três três crianças, com idades de dois a 13 anos, foram encontradas presas da casa do brasileiro.

“Estamos trabalhando todos os dias contra este crime horripilante. A cooperação policial e o investimento em investigação nos permitiu preservar a integridade das vítimas e colocar esse criminoso aonde tem de estar: à disposição da Justiça”, afirmou a ministra Patricia Bullrich, por meio de comunicado.

O nome do suspeito preso não foi divulgado. A polícia de Buenos Aires já tentara prendê-lo antes, quando morava na capital argentina. Mas ele fugira. Recentemente, a polícia identificou sua nova residência em Villa Rana.

Durante a operação de prisão, foram apreendidos telefones celulares, tablets e outros equipamentos eletrônicos, em que o brasileiro armazenava os vídeos que vendia a compradores de diversos países.

O Itamaraty informou que sua rede consular está averiguando o caso, mas antecipou que a identidade do suspeito não será divulgada em respeito a sua privacidade.

(Com EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade