Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Brasil extradita mafioso ‘rei da cocaína de Milão’ para a Itália

Rocco Morabito, um dos homens mais procurados da Itália, ficou foragido por mais de duas décadas e foi encontrado em João Pessoa, na Paraíba

Por Da Redação Atualizado em 6 jul 2022, 12h43 - Publicado em 6 jul 2022, 12h42

Um dos homens mais procurados da Itália, o mafioso Rocco Morabito, chegou a nesta quarta-feira, 6, Roma depois de ser extraditado do Brasil, onde estava escondido.

Conhecido como o “rei da cocaína de Milão”, Morabito foi preso em maio do ano passado em uma operação conjunta das polícias brasileira e italiana. O homem de 55 anos cumprirá uma pena de 30 anos de prisão por tráfico de drogas.

O mafioso passou décadas foragido, usando uma identidade falsa na América do Sul, e a polícia finalmente encontrou-o no ano passado em João Pessoa, na Paraíba, onde ele foi preso junto com Vincenzo Pasquino, outro membro do grupo da máfia ‘Ndrangheta. Pasquino foi condenado a 17 anos de prisão por tráfico de drogas.

Nascido na cidade calabresa de Africo e parente do chefe da máfia Giuseppe Morabito, Rocco Morabito tornou-se uma figura-chave na ‘Ndrangheta, extensa rede criminosa que controla grande parte do tráfico de cocaína na Itália.

Logo na juventude, se destacou como um prolífico narcotraficante em Milão, estabelecendo rotas de contrabando de cocaína da América do Sul para a cidade italiana. Bem vestido, passou a fazer parte da nata da sociedade milanesa, chamando a atenção da polícia italiana, que o colocou sob vigilância.

Continua após a publicidade

Depois que foi visto pelas autoridades tentando negociar acordos para importar mais de uma tonelada de cocaína da América do Sul, desapareceu da Itália. Hoje, a polícia acredita que ele tenha vindo direto para o Brasil, onde viveu sob o nome fictício de Francisco Capeletto.

Do Brasil, mudou-se para o vizinho Uruguai, onde morou no balneário de Punta del Este por pelo menos 13 anos em uma casa luxuosa, que encheu de obras de arte. O “rei da cocaína” tentou manter um perfil relativamente discreto, dirigindo um carro popular, mas os vizinhos descobriram sua riqueza quando ele deu uma festa luxuosa para o aniversário de sua filha.

Também quando Morabito registrou sua filha em uma escola uruguaia com seu nome verdadeiro, a polícia colocou-o novamente sob vigilância. Em setembro de 2017, quando se mudou de Punta del Este para um hotel na capital, Montevidéu, a polícia organizou uma batida. Entre seus pertences, eles encontraram uma arma, 13 celulares e 150 fotos tipo passaporte de Morabito em diferentes disfarces.

No entanto, em 2019, depois de passar dois anos em uma prisão uruguaia aguardando extradição para a Itália, ele escapou junto com outros três presos por um buraco no telhado. Como parte de uma operação policial multinacional liderada pela Interpol para combater a ‘Ndrangheta, ele foi finalmente rastreado até um hotel na cidade de João Pessoa em 2021.

O Supremo Tribunal Federal do Brasil autorizou sua extradição para a Itália na semana passada.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)