Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Boris Johnson anuncia que Reino Unido vai treinar soldados ucranianos

Primeiro-ministro britânico diz que programa pode treinar até 10.000 soldados a cada quatro meses, 'mudando a equação da guerra'

Por Da Redação 17 jun 2022, 16h47

Em uma visita surpresa a Kiev, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se ofereceu para fazer uma grande operação de treinamento para as forças ucranianas, segundo comunicado de Downing Street.

O texto afirma que o programa teria potencial de treinar até 10.000 soldados a cada quatro meses, o que poderia “mudar fundamentalmente a equação da guerra”.

A proposta prevê que as tropas ucranianas sejam treinadas em outros países por um período de três semanas cada – aprendendo “habilidades para vencer batalhas”, bem como treinamento médico, segurança cibernética e táticas contra dispositivos explosivos.

A declaração diz que a ambição seria reforçar e aumentar a resistência de Kiev contra a invasão russa. Durante sua visita ao presidente Volodymyr Zelensky, Johnson também disse que o Reino Unido está com o povo da Ucrânia até que “prevaleçam finalmente”.

“Dois meses depois da minha última visita, a coragem, a determinação e a resiliência ucranianas estão mais fortes do que nunca, e sei que essa determinação inquebrantável sobreviverá por muito tempo às vãs ambições do presidente Putin”, disse.

+ De cabelo em pé: Johnson fica ainda mais fraco após moção de desconfiança

Zelensky descreveu Johnson como um “amigo da liberdade” e agradeceu o “apoio inigualável” oferecido ao seu país em resposta à invasão de fevereiro. Os dois discutiram ainda a necessidade de armamento pesado da Ucrânia para combater ataques de foguetes russos em áreas civis.

A segunda viagem do premiê britânico ao país ocorreu um dia após uma visita conjunta do presidente francês Emmanuel Macron, do chanceler alemão Olaf Scholz e do primeiro-ministro italiano Mario Draghi. Os três têm insistido em retomar as negociações de paz entre Rússia e Ucrânia.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)