Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bombeiros estão desaparecidos após explosão no Texas

Centenas de socorristas foram a West combater chamas e salvar vidas

Por Da Redação - 18 abr 2013, 11h38

O combate às chamas resultantes da explosão de uma usina de fertilizantes na cidade de West, no Texas (EUA), deixou até agora pelo menos três bombeiros desaparecidos, informaram nesta quinta-feira autoridades locais. O número de mortos na explosão, que aconteceu às 19h50 no horário local (21h50 em Brasília) de quarta-feira, ainda é incerto: há cinco mortos confirmados, mas o número pode chegar a 70, segundo redes de televisão americanas e agências de notícias. Há 160 feridos.

“Há três ou quatro bombeiros desaparecidos”, disse na manhã desta quinta-feira em entrevista coletiva Patrick Swanton, sargento de Waco, cidade de maior porte próxima ao local do acidente. O número de mortes figura entre 5 e 15, confirmou Swanton nesta manhã, sublinhando que a informação ainda não é precisa. Não se sabe quantas pessoas podem estar presas sob os destroços, explicou Swanton. Segundo ele, havia entre 300 e 400 policiais, bombeiros e voluntários combatendo o incêndio provocado pela explosão. Voluntários de Cruz Vermelha também estão na cidade para ajudar. O presidente Barack Obama ofereceu apoio e pediu orações para o Texas.

A explosão ocorreu enquanto os Estados Unidos ainda se recuperam dos atentados na maratona de Boston e ainda não há nenhuma explicação para a causa do acidente. “Nada até agora indica que temos uma atividade criminal, mas não excluímos essa possibilidade”, disse Swanton.

Estragos – De acordo com as primeiras informações, pelo menos dez edifícios da usina e nas proximidades foram afetados pelo impacto ou atingidos pelo fogo, incluindo uma escola. O porta-voz do Corpo de Bombeiros, Don Yeager, informou que as chamas também atingiram vários prédios em torno da fábrica, de propriedade da empresa West Fertilizer.

Continua após a publicidade

Devido ao risco de uma nova explosão, as autoridades de West ordenaram a população local que evacuasse a cidade, que tem cerca de 2.700 habitantes e fica localizada a 30 quilômetros de Waco e a pouco mais de 100 quilômetros da região metropolitana de Dallas. O nitrato de amônia, substância usada em fertilizantes que pode ter potencializado a explosão, causa queimaduras graves se combinada com água no corpo. Exposição a grandes concentrações da substância podem levar à morte. Segundo o jornal The Dallas Morning, a usina armazenava 20 toneladas de amônia.

Testemunhas – O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), que monitora terremotos pelo mundo, registrou um tremor sísmico de magnitude 2,1 pela explosão, que provocou uma bola de fogo e foi descrita por testemunhas como “uma bomba nuclear”.”Teve uma devastação enorme, eu nunca vi algo assim. Parece uma zona de guerra”, disse o xerife Parnell McNamara. “Foi como uma bomba nuclear”, descreveu o prefeito de West, Tommy Muska.

A moradora Debby Marak disse à agência de notícias Associated Press que foi de carro ao local quando viu a fumaça saindo da usina. Quando estava chegando, dois meninos vieram correndo até ela, em pânico, dizendo que as autoridades haviam mandado que abandonarem o local porque a fábrica iria explodir. O que aconteceu pouco depois. “Foi como estar em um tornado, havia coisas voando por toda parte, o para-brisa do meu carro explodiu”, disse.

Publicidade