Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Bombardeio à cidade Mykolaiv deixa 4 mortos e 5 feridos, diz Ucrânia

Oito mísseis atingiram um bloco de apartamentos de cinco andares; 114 pessoas morreram em Mykolaiv desde o início da guerra

Por Da Redação Atualizado em 29 jun 2022, 22h12 - Publicado em 29 jun 2022, 09h50

Pelo menos quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas depois que oito mísseis russos atingiram a cidade ucraniana de Mykolaiv nesta quarta-feira, 29, segundo autoridades da região.

Os mísseis, que foram identificados como o modelo KH-55, atingiram um bloco de apartamentos de cinco andares, de acordo com o Serviço de Emergência do Estado (SES). O prefeito Oleksandr Sienkevych disse que os serviços de emergência continuam no local.

No total, 114 pessoas morreram em Mykolaiv desde o início da guerra, segundo o prefeito. A cidade está situada perto do Mar Negro, no sul da Ucrânia.

O SES tinha identificado inicialmente três mortos e um ferido, todos civis. Além disso, um funcionário do SES se feriu durante a operação de resgate. Depois, Vitalii Kim, chefe da administração militar regional de Mykolaiv, atualizou os números para quatro mortos e cinco feridos.

O prefeito de Mykolaiv disse que não tinha certeza se o prédio de apartamentos atingido era o alvo dos russos.

“Sabemos que suas armas disparam em qualquer lugar”, disse Sienkevych.

Continua após a publicidade

“Em todos os dias após a invasão, houve apenas 18 dias em que não fomos alvejados”, acrescentou. “Costumávamos ser atingidos várias vezes ao dia com projéteis de fragmentação… Agora eles mudaram para mísseis.”

Ele disse que 114 moradores de Mykolaiv morreram devido a ataques russos desde o início da invasão.

Depois que um ataque aéreo destruiu um shopping no centro da Ucrânia nesta semana, atenções voltaram-se mais uma vez para o custo humano da guerra longe do campo de batalha. Autoridades russas defenderam repetidamente suas ações na Ucrânia, dizendo que os ataques se concentram na infraestrutura militar. No entanto, Moscou têm atingido cada vez mais infraestrutura civil.

Duas pessoas foram mortas e outras três ficaram feridas pelo bombardeio russo de comunidades na região de Sumy, no nordeste da Ucrânia, na terça-feira 28, de acordo com Dmytro Zhyvytskyi, governador da região. E uma pessoa foi morta em um bombardeio em Donetsk, disseram autoridades locais.

Dois civis foram mortos e pelo menos outros seis ficaram feridos em ataques na região de Kharkiv, quando projéteis atingiram um prédio residencial e uma empresa. Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, fica a 40 quilômetros da fronteira russa. Mas o governador da região, Oleh Synehubov, disse que atualmente não há planos para evacuar civis.

“Acreditamos que tal evacuação só seria necessária se a cidade de Kharkiv estivesse sendo invadida”, disse Synehubov em entrevista transmitida pela televisão ucraniana.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)