Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bolsas deverão recuperar parte das perdas até o fim do ano. Mas saldo será negativo

Por Giancarlo Lepiani - 19 mar 2008, 07h45

Até o fim de 2008, as bolsas de valores deverão recuperar parte das perdas sofridas na atual crise financeira. No fechamento do ano, porém, os mercados dificilmente terão ganhos na comparação com os números do fim de 2007. A previsão é resultado de uma pesquisa feita pela agência de notícias Reuters e divulgada na noite de terça-feira.

Foram ouvidos 130 analistas de mercado em várias partes do planeta. A opinião mais freqüente é de que, nos próximos meses, haverá espaço uma valorização dos papéis que hoje estão em baixa. A recuperação, contudo, será parcial — as bolsas sairão da crise com índices inferiores aos que acumulavam antes do início desses problemas.

Será a primeira vez em seis anos que as grandes bolsas de valores do mundo terminarão o ano com índice inferior ao de doze meses antes. “Depois de chegar ao fundo do poço por volta da metade do ano, os mercados devem se recuperar com base na expectativa de que 2009 será melhor”, diz o analista Tony Dolphin, da Henderson Global.

A previsão otimista é de que a série de notícias negativas no mercado financeiro acabará dentro de alguns meses, e que a provável recessão americana terá vida curta. Dos treze índices de bolsas analisados pela pesquisa, oito devem fechar o ano em patamar inferior ao do fim de 2007. Outros cinco podem acumular ganhos modestos no ano.

Continua após a publicidade
Publicidade