Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsa egípcia suspende cotação de 25 empresas pelos distúrbios

Cairo, 18 dez (EFE).- A direção da Bolsa de Valores egípcia decidiu suspender neste domingo por meia hora a cotação de 25 empresas, cujas ações despencaram 5% na abertura pelos distúrbios registrados no centro do Cairo.

A agência de notícias estatal egípcia, ‘Mena’, destacou que os índices do pregão desceram no início da atividade pela venda intensiva de ações em consequência dos confrontos entre militares e manifestantes perto da sede do Conselho de Ministros. O índice principal, o EGX30, desceu 2,8%, para os 3.808,15 pontos.

Na abertura, o pregão perdeu o equivalente a US$ 995 milhões, situando-se aos US$ 50,5 bilhões, frente aos US$ 51,5 bilhões do fechamento de sexta-feira.

A evolução do índice EGX30 foi bastante instável durante os meses posteriores à Revolução de 25 de Janeiro, que obrigou a renúncia do presidente Hosni Mubarak e deu início aos meses de agitação política e social que se refletiram no mercado egípcio.

Pelo menos dez pessoas morreram e 494 ficaram feridas, pela última apuração do Ministério da Saúde, nos confrontos que começaram na sexta-feira no centro do Cairo entre militares e manifestantes. EFE

ms-ssa/dm