Clique e assine a partir de 8,90/mês

Bolsa de Nova York ficará fechada também nesta terça-feira

Chegada do furacão Sandy aos EUA também impedirá abertura da Nasdaq. Gerenciadoras dizem que operações devem ser retomadas na quarta-feira

Por Da Redação - 29 out 2012, 16h08

A Bolsa de Nova York, que não funcionou nesta segunda-feira, ficará fechada também nesta terça devido à chegada do furacão Sandy à costa leste dos Estados Unidos. A informação foi dada pela gerenciadora do pregão nova-iorquino, NYSE Euronext, que pretende retomar as operações na quarta-feira.

Em comunicado, a Nasdaq OMX, que gerencia a Bolsa de Valores de mesmo nome, confirmou que também permanecerá fechada amanhã e que pretende reabrir na quarta-feira. Na Nasdaq são cotadas algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, como Apple e Google.

Leia também:

Furacão Sandy provoca cancelamento de voos

Por proximidade do furacão Sandy, Nova York suspende serviços de transporte público

Tirando os quatro dias de fechamento pelos atentados terroristas de 11 de Setembro de 2001, a última vez que a Bolsa de Nova York fechou suas operações físicas em 27 de setembro de 1985, por causa do furacão Gloria.

Emergência – A chegada do furacão Sandy já colocou vários estados em situação de emergência nos Estados Unidos, o que permitirá mobilizar recursos econômicos e equipes de assistência federais para tentar minimizar os estragos previstos. As localidades em emergência são: Delaware, Rhode Island, Pensilvânia, Connecticut, Virgínia, Nova Jersey, Nova York e Maryland, além do distrito de Columbia.

O presidente Barack Obama disse, em um breve pronunciamento nesta segunda, que o furacão será uma tempestade “grande e poderosa”, mas acrescentou que as equipes de resgate estarão a postos em tempo integral. Ele também fez um apelo para que as pessoas deixem suas casas quando solicitado.

Continua após a publicidade
Publicidade