Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bolívia entrega ex-repressor argentino

Por Ho 25 dez 2011, 16h19

O governo boliviano entregou neste domingo à Argentina o ex-militar Luis Enrique Baraldini, procurado por violações dos direitos humanos durante a ditadura militar, informou o ministro do Interior, Wilfredo Chávez, em La Paz.

“Na madrugada de hoje (domingo), concretizamos a expulsão do senhor Baraldini. Foi entregue às autoridades argentinas em Bermejo”, na fronteira com a Argentina, disse o ministro Chávez à AFP.

Baraldini foi detido no sábado, na cidade de Santa Cruz, 900 km a leste de La Paz.

O ex-militar vivia na Bolívia desde meados da década passada, sob nome falso, o que provocou sua imediata expulsão do país.

Baraldini é acusado na Argentina de violações dos direitos humanos quando exercia o cargo de chefe da polícia da Província de La Pampa, até 1980, quando passou a adido militar da embaixada da Argentina em La Paz.

A página do ministério argentino da Justiça exibe uma foto de Baraldini como “procurado” por violações dos direitos humanos, e oferece uma recompensa de 100 mil pesos (23 mil dólares) por sua captura.

Continua após a publicidade
Publicidade