Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Boko Haram sequestra dezenas de meninos na Nigéria

Terroristas também incendiaram casas em pequena vila de pescadores

Por Da Redação
15 ago 2014, 15h17

Terroristas do grupo islâmico Boko Haram sequestraram dezenas de garotos e adolescentes em uma vila remota no nordeste da Nigéria, disseram nesta sexta-feira testemunhas que conseguiram fugir. Segundo a rede britânica BBC, mais de cinquenta moradores de Lake Chad foram levados depois de um ataque à região. Outras 26 pessoas teriam sido mortas na vila de pescadores de Doron Baga. Os terroristas também incendiaram várias casas. Quase 100 pessoas estão desaparecidas. O ataque ocorreu domingo, mas a informação foi divulgada apenas nesta sexta, uma vez que a região é remota e tem um sistema de comunicação precário.

Os sequestros ocorrem quatro meses após o grupo terrorista ter sequestrado mais de 200 meninas na vila de Chibok, no nordeste do país. Acredita-se que a maioria das vítimas seja mantida na vasta floresta de Sambisa, na fronteira com Camarões. O Boko Harampretende instalar um califado na Nigéria. O grupo é conhecido por atacar meninas e meninos, cristãos, muçulmanos.

Leia também:

Boko Haram sequestra mulher do vice-premiê de Camarões

Exército da Nigéria diz ter matado 53 membros do Boko Haram

Continua após a publicidade

Após atentado, polícia nigeriana pede aos torcedores que acompanhem Copa em casa

Boko Haram exige 800 vacas para libertar 20 mulheres sequestradas

“Eles não deixaram homens ou garotos no lugar, apenas crianças, garotas e mulheres”, disse Halima Adamu, chorando e com aparência exausta, após uma viagem de 180 quilômetros na traseira de um caminhão até a cidade de Maiduguri. Especula-se que os terroristas possam ter sequestrado os jovens para recrutá-los para o grupo. “Eles estavam gritando ‘Alá é grande’, e atirando. Houve confusão em todos os lugares. Eles começaram a colocar nossos homens e garotos em seus veículos, ameaçando atirar em quem desobedecesse. Todo mundo estava com medo.”

Saiba mais:

Boko Haram, o terror que ameaça a maior economia da África

O Boko Haram, visto como a principal ameaça de segurança à maior economia africana, aumentou dramaticamente seus ataques contra civis nos últimos anos. Além dos sequestros, o grupo também realiza atentados a bomba e assassinatos. Uma fonte de segurança do governo da Nigéria disse estar ciente do mais recente ataque, mas acrescentou que os detalhes ainda estão sendo investigados.

(Com agências Reuters, EFE e France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.