Clique e assine a partir de 8,90/mês

Boko Haram mata 17 pessoas e sequestra outras 25

Novos ataques do grupo terrorista islâmico lançam dúvidas sobre a veracidade do acordo de cessar-fogo anunciado pelo governo nigeriano há dez dias

Por Da Redação - 27 out 2014, 08h37

Pelo menos dezessete pessoas morreram e outras 25 mulheres foram sequestradas em ataques realizados pelo grupo terrorista Boko Haram em diferentes povoados do nordeste da Nigéria, informou nesta segunda-feira o governo local. Os ataques ocorreram entre a quarta e sexta-feira da semana passada em aldeias da comunidade de Mafa, uma área com mais de 100.000 habitantes dentro do estado de Borno, o mais castigado pelo grupo insurgente.

Por causa da ofensiva, uma grande quantidade de pessoas decidiu buscar refúgio na capital de Borno, Maiduguri, informou o presidente interno do Conselho Regional, Shettina Maina. O exército nigeriano não quis se pronunciar sobre os ataques, apesar de ter anunciado no último dia 17 um acordo de cessar-fogo com o grupo terrorista. O acordo incluía a liberação das mais de 200 meninas sequestradas há seis meses no povoado de Chibok, algo que até agora não ocorreu.

Leia também

Nigéria e Boko Haram acertam cessar-fogo e libertação de meninas sequestradas

Protestos marcam os seis meses do sequestro de mais de 200 estudantes

Chefe do Boko Haram reaparece vivo em novo vídeo

O Boko Haram, que significa na língua local ‘a educação não islâmica é pecado’, mantém uma sanguinária ofensiva no país que já matou mais de 3.000 pessoas em 2014, segundo dados do governo nigeriano.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade