Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Biden xinga repórter da Fox News durante entrevista na Casa Branca

Correspondente da emissora conservadora para Casa Branca perguntou se inflação não seria problema político para democratas nas eleições legislativas

Por Da Redação Atualizado em 25 jan 2022, 10h21 - Publicado em 25 jan 2022, 10h15

Aparentemente sem saber que seu microfone estava aberto, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, xingou um repórter da rede Fox News durante um evento na Casa Branca na noite de segunda-feira, 24, após ser perguntado sobre o impacto crescente da inflação sobre as eleições legislativas deste ano.

Enquanto os profissionais da imprensa deixavam o salão Leste antes de uma reunião de um conselho de governo, Peter Doocy, um correspondente da emissora conservadora para a Casa Branca, perguntou se a inflação não seria um problema político para os democratas nas urnas, já que eleitores vão renovar a Câmara e um terço do Senado.

” Isso é um grande trunfo. Mais inflação”, disse respondeu Biden sarcasticamente. “Que filho da puta estúpido”, completou.

A transcrição oficial da entrevista, divulgada pela Casa Branca, inclui as declarações completas, sem filtro.

Procurados pela agência de notícias Reuters, a Casa Branca e a Fox News não se manifestaram. Doocy afirmou que pouco depois da divulgação do vídeo foi telefonado pelo presidente, que afirmou “não é nada pessoal, parceiro”.

Na semana passada, o presidente já havia mostrado irritação com outro jornalista da Fox News, murmurando “que pergunta estúpida” durante um evento.

Continua após a publicidade

A pergunta feita nesta segunda-feira diz respeito a um dos maiores problemas para Biden durante seu mandato, que na semana passada completou um ano. O índice disparou em dezembro e fechou 2021 em 7% ao ano, algo não visto desde a década de 1980 nos EUA. e Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou 0,5% no mês passado, após avançar 0,8% em novembro, segundo o Departamento do Trabalho. 

Afetada pela alta inflação à medida que a pandemia de Covid-19 atrapalha as cadeias de suprimentos, a economia tem pesado na aprovação de Biden. Em novembro, pesquisas de opinião indicavam que o presidente tinha apenas 38% de aprovação. Os números cresceram posteriormente, mas estagnaram em torno de 43%.

Além disso, a inflação pode representar outro perigo para o democrata. Para Lawrence Summers, ex-secretário do Tesouro, a falta de resposta ao problema pode levar à reeleição de Donald Trump. O ex-presidente, por sua vez, é conhecido por animosidades com jornalistas, chegando a ridicularizar a deficiência física de um repórter durante um comício e definindo um âncora da rede ABC como “desgraça”.

“Inflação excessiva e um senso de que não está sendo controlada ajudaram a eleger Richard Nixon e Ronald Reagan, e criam o risco de trazer Donald Trump de volta ao poder”, analisou.

Embora tanto o Federal Reserve quanto o Tesouro americano afirmem que a alta de preços é temporária e deve neste ano, investidores americanos precificam que já no meio do ano de 2022 o Fed subirá a taxa de juros do país.

Segundo Lawrence, que atuou como secretário de 1999 a 2001, durante o governo de Bill Clinton, é preciso que o banco central acelere a redução gradual de compras de ativos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês