Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Biden diz, sem evidências, que Putin avalia usar armas químicas na Ucrânia

Presidente disse ainda que os serviços de Inteligência indicam uma crescente ameaça cibernética russa e pediu às empresas americanas que prepararem defesas

Por Da Redação 21 mar 2022, 22h36

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira, 21, que as acusações da Rússia de que os ucranianos têm armas químicas e biológicas são falsas. Sem apresentar evidências, o democrata disse que elas são uma comprovação de que Vladimir Putin considera usá-las em sua guerra contra a Ucrânia.

Em um evento com líderes empresariais, Biden reforçou ainda que o líder russo está “contra a parede e agora ele está falando sobre novas bandeiras falsas que ele está levantando, inclusive, afirmando que nós nos EUA temos armas biológicas e químicas na Europa; simplesmente não é verdade”.

O presidente americano afirmou ainda que os serviços de Inteligência indicam uma crescente ameaça cibernética russa e pediu às empresas americanas que prepararem defesas imediatamente. “Se ainda não o fizeram, peço a nossos parceiros do setor privado a fortalecerem suas defesas cibernéticas de imediato”.

Ele citou informação de Inteligência em desenvolvimento, segundo a qual o governo russo está explorando opções para possíveis ataques cibernéticos, inclusive em resposta às sanções ocidentais impostas a Moscou por sua ofensiva na Ucrânia. “É parte do manual da Rússia”, disse.

Biden afirmou que o governo dos Estados Unidos continuará utilizando ferramentas para dissuadir, interromper e, se for necessário, responder aos ataques cibernéticos contra a infraestrutura crítica. Ele ressaltou que a Rússia tem “uma capacidade cibernética muito sofisticada” e que é provável que o presidente Vladimir Putin lance mão de ataques dessa natureza.

O democrata disse que a maioria da infraestrutura crítica no país é operada por entidades privadas e que não pode obrigá-las a tomar medidas específicas de segurança cibernética. “Os proprietários e operadores devem acelerar os esforços para fechar suas portas digitais”, disse.

Segundo Biden, o ponto é que Putin tem a capacidade para fazer esses ataques, mas ainda não fez isso.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês