Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Biden defende troca de rifles por espingarda nos EUA

Obama encarregou o vice-presidente a trabalhar no projeto de controle do comércio de armas de fogo no país após massacre em escola em dezembro

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, que encabeça a ofensiva do governo do presidente Barack Obama para controlar o comércio de armas de fogo no país, aconselhou os cidadãos norte-americanos que desejam garantir sua autodefesa a comprarem uma espingarda em vez de rifles de grosso calibre. A declaração foi dada durante uma sessão de perguntas e respostas online no Facebook na terça-feira.

O vice-presidente disse que possui duas espingardas, que ficam em um armário trancado em sua casa em Delaware, e que ensinou sua mulher, Jill, como agir no caso de uma possível invasão à residência.”Vivemos em uma área de mata e isolada”, afirmou.

“Eu disse: Jill, se algum dia houver algum problema, saia na sacada aqui, pegue aquela espingarda de cano duplo e faça dois disparos para fora da casa.”

Biden garantiu que a a ação é capaz de afastar o perigo, e apresentou outro argumento para justificar sua ideia. “Você não precisa de uma (metralhadora) AR-15. É mais difícil de mirar. É mais difícil de usar e, na verdade, você não precisa de 30 disparos para se proteger.”

“Compre uma espingarda”, disse ele então, quase num sussurro.

Controle – O presidente Barack Obama encarregou Biden de reunir propostas para aumentar o controle na venda de armas após o massacre em uma escola primária em Connecticut em dezembro. O presidente vai pressionar o Congresso a votar medidas como a exigência de comprovação de antecedentes criminais para todos os compradores de armas no país e a proibição de venda de armas de assalto (de uso militar) e de carregadores de alta capacidade, com mais de dez balas.

(Com agência Reuters)