Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Berlusconi vira réu em caso de suborno

Ex-primeiro ministro é acusado de ter pago 3 milhões de euros para que senador mudasse de legenda

Um tribunal de Nápoles, no sul da Itália, decidiu nesta quarta-feira aceitar uma nova denúncia contra o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que já enfrenta outros processos e foi recentemente condenado por fraude fiscal. Desta vez, Il Cavaliere (apelido de Berlusconi na imprensa italiana) será julgado pela acusação de ter subornado um senador da oposição em 2006.

Segundo o Ministério Público italiano, autor da denúncia, Berlusconi pagou 3 milhões de euros (cerca de 9 milhões de reais) em 2006 para o então senador Sergio De Gregorio para que ele saísse do seu partido, o Itália dos Valores (IDV), e passasse para a legenda comandada pelo ex-primeiro-ministro, o Povo da Liberdade (PdL), que à época estava na oposição.

Leia também

Justiça italiana reduz pensão da ex de Berlusconi para 4,2 milhões de reais por mês

A saída do senador De Gregorio enfraqueceu a pequena maioria do então primeiro-ministro Romano Prodi e acabou provocou a queda do seu governo dois anos depois, abrindo caminho para que Berlusconi ocupasse o cargo de Prodi. Os promotores conseguiram articular a nova denúncia contra Berlusconi após outros personagens do episódio, entre eles um empresário que prestava favores para o ex-primeiro-ministro e o próprio De Gregorio, admitirem o suborno à Justiça.

Em junho, De Gregorio fez um acordo com a Justiça para reduzir sua sentença para 20 meses de prisão. A previsão é que o novo julgamento de Berlusconi comece em fevereiro, segundo a rede BBC.