Clique e assine a partir de 9,90/mês

Berlusconi põe bases italianas à disposição de ação contra Kadafi

Por Da Redação - 19 mar 2011, 14h26

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, confirmou neste sábado que a Itália colocou à disposição suas bases militares, em cumprimento da resolução da ONU para criar uma zona de exclusão aérea na Líbia.

“A Itália colocou até o momento suas bases à disposição”, declarou Berlusconi em coletiva de imprensa oferecida na embaixada de seu país em Paris, no final da cúpula convocada para abordar o conflito na Líbia.

A coordenação das operações “será provavelmente efetuada da base da Otan em Nápoles”, continou o chefe de governo. Fotógrafos da Agência France Presse constataram neste sábado que são vistos movimentos nas bases aéreas do norte e sul da Itália.

Segundo a imprensa local, três aviões AWACS estão prontos para decolar de Trapani, oeste da Sicília, onde chegaram os Tornados ECR, procedentes da base de Piacenza, norte do país, que poderão ser utilizados para destruir os meios de defesa antimísseis e radares.

Continua após a publicidade

(Com Agência France Presse)

Publicidade