Clique e assine com 88% de desconto

BBC faz sátira polêmica em ‘As verdadeiras donas de casa do EI’

O programa faz piada como os "problemas" na vida das mulheres que fugiram para se juntar ao grupo terrorista

Por Da redação - 6 jan 2017, 15h47

Uma atração humorística lançada pela rede britânica BBC causou controvérsia ao fazer piada com mulheres que fugiram no Reino Unido para se juntar ao grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

O quadro “As verdadeiras donas de casa do EI” (The Real Housewives of ISIS), no programa Revolting, mostra esquetes que imitam um reality show, no qual mulheres discutem “problemas” da vida ao lado do grupo terrorista. Em umas das cenas, as personagens reclamam de estarem vestindo o mesmo colete de explosivos e, em outra, conversam sobre “o que vestir na próxima decapitação”.

A sátira causou discussão nas redes sociais sobre os limites entre piada e ofensa. Em uma das brincadeiras polêmicas, a personagem comenta que ganhou um presente do marido: uma corrente mais longa para ficar presa em casa, que quase a deixa chegar na rua.

Em entrevista ao site iNews, os criadores da atração, Heydon Prowse e Jolyon Rubinstein, disseram que pretendem entreter o público, ao mesmo tempo que fazem uma crítica social. “É uma mistura de comédia e protesto”, disse Rubinstein. “Não se pode ter medo de nada, se não a sua credibilidade cai”.

Publicidade

Vídeo: assista a um trecho da sátira “As verdadeiras donas de casa do EI” (em inglês)

Publicidade