Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ban Ki-Moon pede ajuda alimentar incondicional para a Coreia do Norte

Por Jo Yong-Hak - 11 ago 2011, 08h56

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, afirmou nesta quinta-feira em Seul que a Coreia do Norte deveria receber ajuda humanitária sem “considerações políticas nem otros cálculos”.

A Coreia do Sul enviava anualmente 400.000 toneladas de arroz ao país vizinho, cuja população é pobre e sofre com a escassez de alimentos, mas suspendeu os envios a partir de 2008 em consequência das tensões com Pyongyang.

O governo conservador de Seul tem medo de que a ajuda seja desviada para beneficiar o Exército norte-coreano, integrado por 1,1 milhão de oficiais, mas permite que pequenas quantidades sejam enviadas pela Cruz Vermelha ou de organizações não governamentais.

Ban Ki-Moon, que é sul-coreano, declarou a jornalistas em Seul que as agências das Nações Unidas confirmaram com inspeções no início do ano que 6,1 milhões de pessoas enfrentavam “uma grave crise humanitária” na Coreia do Norte.

Continua após a publicidade
Publicidade