Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ban Ki-moon muda de foco em sua luta ambiental

Secretário geral da ONU deve desistir de grandes acordos de cortes de emissões e focar no incentivo ao uso de energia limpa

Por Da Redação
28 jan 2011, 09h08

Ao assumir o principal cargo da diplomacia internacional, o sul-coreano Ban Ki-moon anunciou um objetivo ambicioso: disse que colocaria em primeiro plano a questão do combate ao aquecimento global. Diante do fracasso das últimas negociações, porém, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) parece ter desistido da missão – ou, pelo menos, mudado de estratégia.

De acordo com reportagem publicada nesta sexta-feira pelo jornal britânico The Guardian, Ban vai deixar de lado seus esforços pelo diálogo multilateral sobre temas ambientais. O sul-coreano, que havia feito do aquecimento global sua luta pessoal, decidiu se dedicar agora a promover o uso de energia limpa e o desenvolvimento sustentável – trabalho que, na avaliação dele, é mais viável.

A mudança de foco aconteceu depois do fracasso da Cúpula de Copenhague, em 2009. O líder da ONU teria percebido na ocasião que os líderes mundiais ainda não estão preparados para uma união num acordo ambiental global. “É muito evidente que não haverá um único grande acordo em qualquer momento do futuro próximo”, disse ao The Guardian Robert Orr, secretário-geral adjunto da ONU para o planejamento estratégico e um importante conselheiro de Ban.

Fontes da ONU dizem que Ban não estará tão envolvido quanto se esperava na próxima grande discussão ambiental, que vai acontecer em Durban, na África do Sul, em dezembro de 2011. “Ele vai continuar a encorajar os líderes na busca por metas mais ambiciosas, mas com menor envolvimento diário”, disse um funcionário da ONU. “As negociações são muito importantes, mas são nas grandes questões que ele precisa estar mais envolvido”, completou.

A posição atual do secretário é que ganhos práticos em energia sustentável devem fazer mais pelo aquecimento global que as reduções de emissões. Assim, Ban deve focar o encontro do Rio de Janeiro, em 2012, que vai tratar de questões mais amplas de sustentabilidade.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.