Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ban Ki-moon condena atentados na Nigéria

Por Da Redação 25 dez 2011, 23h47

Washington, 25 dez (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou neste domingo os atentados da seita islamita Boko Haram contra templos cristãos na Nigéria, que deixaram pelo menos 39 mortos, e chamou a pôr fim a todos os atos de ‘violência sectária’ nesse país.

‘Ban condena nos termos mais fortes esses ataques e expressa suas condolências ao povo da Nigéria, assim como às famílias que perderam entes queridos’, segundo um comunicado divulgado por um porta-voz.

‘O secretário-geral apela mais uma vez para se pôr fim a todos os atos de violência sectária no país e reitera sua firme convicção em que nenhum objetivo pode ser justificado com o recurso da violência’, acrescenta o comunicado.

Pelo menos 39 pessoas morreram em cinco atentados da seita islamita Boko Haram contra templos cristãos nos quais se realizavam os serviços religiosos do Natal.

A onda de atentados deste domingo supera o ataque mais sangrento realizado até o momento pelo grupo terrorista, que se responsabilizou por um em agosto contra a sede da ONU em Abuja, no qual morreram 24 pessoas. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade