Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bachmann se retira da corrida republicana à Casa Branca

A candidata ultraconservadora Michele Bachmann anunciou nesta quarta-feira que vai se retirar da disputa presidencial americana pelo partido republicano, após ter obtido apenas 5% dos votos durante a primeira primária, organizada na terça-feira no estado de Iowa.

“Decidi me retirar”, declarou Bachmann numa coletiva de imprensa em West Des Moines, após ter conseguido um dos piores resultados entre os candidatos republicanos no caucus de Iowa, vencido pelo moderado Mitt Romney com somente oito votos de vantagem sobre o conservador Rick Santorum.

“Mesmo sem continuar nesta corrida à presidência, minha fé em Deus todo poderoso, neste país e em nossa república é inabalável”, disse, afirmando que vai continuar sua luta contra as políticas do presidente Barack Obama.

Bachmann, de 55 anos, considerada um dos pilares do “tea party”, era a única mulher entre seis homens na briga pela nomeação do partido republicano para a eleição presidencial do dia 6 de novembro de 2012.

Representante de Minnesota (norte) no Congresso, Bachmann anunciou sua candidatura em junho em Waterloo, Iowa, sua cidade natal. Nas sondagens aparecia com um número elevado de intenções de voto, brigando provisoriamente com Mitt Romney à frente do grupo de pretendentes republicanos.

Em agosto venceu uma pesquisa em Iowa, mas caiu 10% em favor de diversos candidatos.

Seu discurso impulsivo, por vezes, cheio de erros, lhe rendeu muitas críticas.