Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aviões russos e americanos agora conseguem se comunicar na Síria

Por Da Redação 3 nov 2015, 18h35

Americanos e russos testaram com sucesso o procedimento que permitirá a comunicação entre os pilotos que operam no espaço aéreo sírio, informou o Pentágono nesta terça-feira. O novo método vai permitir que militares dos Estados Unidos e da Rússia se comuniquem diretamente para evitar incidentes.

Um avião de combate americano “fez nesta terça-feira um teste de comunicação planejado com um avião de combate russo” no céu sírio, informou o capitão de fragata Jeff Davis, porta-voz do Pentágono. O teste se estendeu por três minutos e “cumpriu seus objetivos”, acrescentou.

Leia também:

Bombardeios deixam mais de 70 mortos e centenas de feridos e desaparecidos na Síria

EUA acusam Rússia de bombardear hospital na Síria

Este procedimento se inscreve no acordo assinado em 20 de outubro por Moscou e Washington para evitar os incidentes entre seus respectivos aviões de combate durante missões na Síria.

Os Estados Unidos e a coalizão internacional que Washington lidera realizam desde setembro de 2014 bombardeios contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria.

A Rússia afirma desde o início de sua intervenção na Síria, no final de setembro, que só bombardeia o EI e outros grupos “terroristas” a pedido do regime de Bashar Assad. Washington e seus aliados asseguram, no entanto, que os ataques russos dirigem-se sobretudo aos rebeldes sírios na tentativa de afiançar Assad.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade