Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Avalanches no Afeganistão deixam mais de 100 mortos

Moradores da região atingida, no nordeste do país, reclamam da demora das autoridades em enviarem medicamentos e equipamentos para ajudar no resgate das vítimas

Avalanches de neve no nordeste do Afeganistão mataram pelo menos 118 pessoas, e deixaram 26 feridos. Fortes tempestades de neve e chuva foram registradas na região nas últimas 24 horas e enterraram casas, mesquitas e escolas. A província mais atingida foi a de Panjshir, a cerca de 100 quilômetros a nordeste da capital Cabul. Segundo o governador provincial, Abdul Rahman Kabiri, o número de residências destruídas ultrapassa uma centena. A quantidade de vítimas fatais ainda pode subir nas próximas horas, ao longo dos trabalhos das várias equipes de resgate enviadas, que usam pás e até as próprias mãos para tentar chegar aos sobreviventes, afirmou Kabiri.

Um afegão que se identificou apenas como Sharafudin afirmou que as autoridades ainda não tinham enviado medicamentos ou maquinário para abrir as estradas até as casas atingidas. “Meu filho e eu tentamos passar para ver se podemos ajudar a encontrar seus corpos, mas isso vai levar pelo menos três a quatro horas, por causa da neve e do fato de a estrada ser muito estreita. Temos de ir andando porque o carro não consegue passar”, disse.

Leia também:

Deslizamento matou mais de 2.000 no Afeganistão

Ao menos 37 mortos em uma avalanche no Afeganistão

Sobe para 26 número de mortos em avalanches no norte do Afeganistão

Nas províncias orientais de Nangarhar e Laghman, oito pessoas morreram em inundações. Além disso, foram registradas dez mortes causadas pelas avalanches e pelo frio na região de Parwan, disse o porta-voz do governo, Wahid Sediqi. Jornais locais reportam também que catorze membros de uma mesma família na província do Nuristão continuam presos embaixo da neve, porém não se sabe se continuam com vida.

As avalanches são comuns na região norte do Afeganistão, que registrou dezenas de vítimas nos anos 2010 e 2012, porém nunca em uma dimensão tão grande. Para o governador de Panjshir, essa foi a pior ocorrência em três décadas. As temperaturas despencaram e grandes partes do país ficaram cobertas de neve depois de uma grande tempestade que suspendeu um inverno até então seco e ameno. Porém, as previsões dos meteorologistas são de que a neve vai começar a derreter nos próximos dias no vale do Panjshir e na maior parte das montanhas a nordeste da cadeia de Hindu Kush.

Avalanche no Afeganistão Avalanche no Afeganistão

Avalanche no Afeganistão (/)

(Com agência EFE e Estadão Conteúdo)