Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Autoridades afegãs confirmam sequestro de voluntárias estrangeiras

Por Da Redação - 23 maio 2012, 12h48

Cabul, 23 mai (EFE).- As autoridades do Afeganistão, que haviam anunciado o desaparecimento de duas voluntárias estrangeiras na última terça-feira – uma britânica e outra queniana -, confirmaram o sequestro das mesmas junto com mais três afegãos na província de Badakhshan, no extremo nordeste do país, informou à Agência Efe uma fonte policial.

Os seqüestradores transferiram os cinco voluntários raptados para uma região montanhosa no distrito de Shahri Buzurg, na mesma província, segundo um oficial da polícia afegã que preferiu manter o anonimato.

A fonte acrescentou que as forças de segurança de três distritos da região já estão em alerta e em contato com os habitantes locais para obter algum tipo de informação relacionada com o sequestro.

As voluntárias, que trabalham para a organização suíça Medair, foram capturadas na localidade de Shalkhazar ‘por um grupo de homens armados’, assinalou o diretor de Saúde Pública Noor Mohammad Khawri à agência local ‘Pajhwok’.

Publicidade

De acordo com as fontes oficiais citadas pela agência, nenhum grupo assumiu a autoria deste sequestro até o momento.

A organização Medair, que desenvolve atividades no Afeganistão desde 1996, conta com 15 trabalhadores estrangeiros e 175 afegãos para desenvolver trabalhos humanitários nas comunidades mais vulneráveis e isoladas.

A remota e quase incomunicável província de Badakhshan era considerada uma região com pouca atividade insurgente. Porém, nos últimos meses, as autoridades registraram inúmeras ações violentas nesta região. EFE

Publicidade