Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Autor de ataque em Toronto escreveu post de ódio às mulheres no Facebook

Polícia investiga mensagem de Alex Minassian, que se dizia rejeitado pelas mulheres e ´incel´, gíria para solteiro involuntário.

Por Da redação
Atualizado em 25 abr 2018, 11h52 - Publicado em 25 abr 2018, 11h50

A polícia de Toronto, no Canadá, confirmou na terça-feira (24) que está investigando uma mensagem com tons misóginos postada na página do Facebook de Alex Minassian, o suposto autor do ataque com uma van que deixou dez pessoas mortas na última segunda. A postagem foi feita momentos antes do ataque.

Os investigadores revelaram que a mensagem no Facebook parece autêntica e faz referência a Elliot Rodger, um americano de 22 anos que, em 2014, matou seis pessoas antes de se suicidar.

Antes de cometer os assassinatos, Rodger acusou as mulheres de fazer dele um “incel”, termo que significa “solteiro involuntário”, pois tinha sido rejeitado por várias pretendentes.

Na mensagem atribuída agora a Minassian, pouco antes de atropelar dezenas de pessoas nas ruas de Toronto, o jovem de 25 anos declarou que “a rebelião incel começou”. “Derrubaremos todos os Chads e Stacys”, afirmou. O Facebook já excluiu a postagem.

Continua após a publicidade

Os termos Chads e Stacys também foram usados por Rodger em sua alegação misógina. Segundo Rodger, Chads são os homens que têm sucesso com as mulheres, enquanto Stacys são os rechaçados por elas.

O jornal americano The New York Times reportou em novembro de 2017 que uma comunidade de “incels” havia sido banida da rede social Reddit por encorajar a violência contra a mulher, inclusive com  incentivo aos estupros.

Continua após a publicidade

A polícia afirmou que a maioria das vítimas do ataque com a caminhonete é mulher, com idade entre 20 e 80 anos de idade.

Alex Minassian foi acusado na terça-feira pelo homicídio premeditado de dez pessoas e a tentativa de assassinato de outras 15, que ficaram feridas. Segundo o investigador Graham Gibson, as vítimas são majoritariamente mulheres. No entanto, a polícia não tem provas de que o objetivo era atropelar somente elas.

(Com EFE e AFP)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.