Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Austrália divulga vídeo das buscas por avião desaparecido

Território subaquático mapeado por sondas foi apresentado em animação 3D. Uma foto de onde poderiam estar vestígios do MH370 também foi divulgada

Por Da Redação 12 dez 2014, 14h04

O Escritório Australiano de Segurança no Transporte (ATSB, na sigla em inglês) divulgou um novo vídeo das buscas pelo voo MH370 da companhia Malaysia Airlines, que desapareceu em março com 239 pessoas a bordo. A animação em 3D mostra as áreas mapeadas por sondas subaquáticas no Oceano Índico. Segundo o ATSB, a extensão do território vasculhado pelos robôs é de 200.000 quilômetros quadrados.

Como nenhum sinal da aeronave foi encontrado, a operação acabou virando mais uma expedição para explorar o fundo do oceano. O próprio órgão do governo australiano destaca que, embora não tenha atingido o objetivo de encontrar pistas sobre o Airbus, a operação de busca tem sido importante para revelar dados sobre áreas até então inexploradas pelo homem.

Leia também:

MH370: divulgadas novas imagens 3D da área de busca

MH370: Familiares posam com objetos que são lembranças das vítimas

Continua após a publicidade

Malaysia Airlines cancela promoção de “países para visitar antes de morrer”

O ATSB também publicou as primeiras imagens da área do leito marinho onde os especialistas acreditam que ainda podem encontrar vestígios do MH370. A área de busca se concentra ao longo do chamado ‘sétimo arco’, uma curva que se estende pelo litoral ocidental da Austrália. O navio Fugro Equator continua recolhendo dados barimétricos e, segundo a rede australiana ABC News, voltará à costa do país na metade de dezembro para encerrar mais uma etapa das buscas. As embarcações Fugro Discovery e GO Phoenix também estão participando da operação, enviando sondas para uma profundidade que varia entre 1.000 e 6.000 metros.

Após o fracasso das buscas comandadas por governos internacionais, a Austrália ficou encarregada de contratar empresas terceirizadas dispostas a seguir com a operação de resgate. Incomodados com a incapacidade das autoridades de fornecer qualquer resposta concreta sobre o paradeiro do avião, familiares das vítimas levantaram mais de 100.000 dólares para recompensar qualquer pessoa ou empresa que consiga encontrar rastros da aeronave. O governo malaio e a companhia Malaysia Airlines também enfrentam na Justiça um processo aberto por dois meninos que perderam o pai na tragédia. Eles acusam os réus de serem responsáveis pelo desastre.

Confira as imagens do fundo do Oceano Índico divulgadas pelo ATSB:

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade