Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador mata três pessoas em clínica de aborto nos EUA

Agressor se rendeu depois de mais de cinco horas de cerco a centro da Planned Parenthood em Colorado Springs; outras nove pessoas ficaram feridas no ataque

Três pessoas morreram e nove ficaram feridas nesta sexta-feira depois que um homem armado invadiu um centro de planejamento familiar em Colorado Springs, nos Estados Unidos. As vítimas são dois civis que ainda não foram identificados e o policial Garrett Swasey, de 44 anos, um dos primeiros a chegar ao local da ocorrência. O atirador se rendeu depois de cinco horas dentro da clínica e está sob custódia.

A polícia identificou o homem armado como Robert Lewis Dear, de 57 anos, da Carolina do Norte.

Os centros de atendimento da Planned Parenthood, que oferecem serviços de planejamento familiar, saúde reprodutiva e aborto, são alvo de ativistas contrários ao aborto e recebem ameaças constantes. A polícia, porém, ainda investiga as motivações do atirador.

Outros quatro civis e cinco policiais estão sendo atendidos em hospitais locais com ferimentos de bala, informou a porta-voz da polícia local, Catherine Buckley, em entrevista à imprensa. Segundo as autoridades, eles não correm risco de vida.

O atirador permaneceu durante quase cinco horas no centro e abriu fogo contra os agentes, atingindo pelo menos seis deles. Os policiais contaram ainda que vasculharam o prédio a procura de outras vítimas. Mas esse movimento teve que ser feito de forma cuidadosa, já que o suspeito carregava sacolas quando entrou no prédio, levantando uma suspeita de que poderiam ser explosivos. Ainda não foi divulgada a identidade do atirador.

(Com agências EFE e Estadão Conteúdo)