Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador mata 2, fere 9 e se suicida em cinema nos EUA

Homem de 59 anos abriu fogo por volta das 19 horas durante a sessão da comédia 'Descompensada' na cidade de Lafayette, Louisiana

Um homem abriu fogo nesta quinta-feira em uma sala de cinema na Louisiana, sul dos Estados Unidos, matando duas pessoas e ferindo outras nove, antes de se suicidar, informou a polícia. “Não pensamos que outras pessoas estejam envolvidas” neste fato, disse à imprensa o coronel de polícia Michael Edmonson. “Ao que parece o criminoso morreu depois de disparar em si mesmo e de ter realizado vários disparos com arma de fogo” dentro da sala, disse o chefe da polícia local, Jim Craft.

Este tiroteio ocorre no momento em que um júri no Estado do Colorado delibera sobre se condena à morte ou não um jovem que admitiu sua culpa no assassinato de doze pessoas durante um ataque a tiros em um cinema da localidade de Aurora em julho de 2012.

Leia também

Obama lamenta falta de avanço no controle de armas

​Atirador do filme ‘Batman’ é considerado culpado e pode pegar pena de morte

O homem de 59 anos, identificado como John Houser, abriu fogo ao acaso durante 30 minutos contra os espectadores que acompanhavam a exibição do filme “Descompensada” no cinema Grand 16 Theater da cidade de Lafayette, no estado da Louisiana. Cerca de 100 pessoas estavam na sala quando o criminoso abriu fogo com uma arma. “Cada vez que sabemos destes atos insensatos de violência ficamos furiosos e tristes ao mesmo tempo”, disse à imprensa o governador da Louisiana, Bobby Jindal. “Lafayett é uma comunidade forte”, disse o governador, para quem esta “é uma noite horrível para os Estados Unidos”. Jindal se reuniu com algumas das vítimas em um hospital local e elogiou seu heroísmo.

O governador comentou que uma professora se lançou diante de sua amiga para protegê-la das balas. A amiga foi atingida por um tiro na perna, mas ela “teve o sangue frio” para ativar o alarme de incêndio em um esforço para prevenir outras pessoas sobre o perigo que corriam. Craft disse que seus oficiais responderam poucos minutos depois de terem recebido o primeiro pedido de socorro. “Quatro efetivos entraram no cinema para enfrentar o atirador”, disse o chefe policial à imprensa. “Eles ouviram os tiros neste momento. Quando entraram na sala encontraram o criminoso morto por um tiro que ele deu em si mesmo”, acrescentou.

(Da redação)