Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador invade templo nos Estados Unidos e deixa ao menos seis mortos e três feridos

Ataque contra comunidade sikh aconteceu na manhã deste domingo. Assassino foi morto pela polícia

Um atirador que invadiu um templo religioso sikh em Wisconsin, nos Estados Unidos, matou ao menos seis pessoas e deixou três gravemente feridas. O ataque ocorreu por volta das 10h25 (12h25 de Brasília) na pequena cidade de Oak Creek, de 35 mil habitantes. O assassino, cuja identidade ainda não é conhecida, foi morto em troca de tiros com um policial, que saiu ferido. A polícia está considerando o caso como um “atentado terrorista doméstico”.

John Edwards, chefe da polícia em Oak Creek, disse à imprensa local haver diversas armas na cena do crime, mas não especificou quantas nem quais.

Leia mais:

Os ataques mais violentos nos EUA nos últimos 20 anos

FBI identifica suspeito de matar 12 em cinema dos EUA

Atirador do Colorado é indiciado por 142 crimes

Segundo Bradley Wentlandt, chefe de polícia do condado de Greenfield, quatro pessoas foram mortas dentro do tempo, e três, do lado de fora. O local está cercado, e os policiais da Swat fazem no momento uma varredura da região. Suspeitou-se de um segundo atirador, mas a hipótese já foi descartada pela polícia.

Um dos mortos é Parkash Singh, líder religioso do grupo. Entre os feridos está o diretor do templo, Satwant Kaleka, de 65 anos. Ele foi baleado nas costas e passa por cirurgia no hospital Froedtert. Kathy Moran, supervisora de enfermagem no hospital Columbia St. Mary, em Milwaukee, disse que havia de oito a 20 pessoas feridas, mas a informação não foi confirmada pela polícia.

Um jornal da região, o Milwaukee Journal Sentinel, citando um membro da comunidade sikh, afirmou que o agressor era um homem branco com cerca de 30 anos, que começou a atirar mesmo antes de entrar no templo. De acordo com o jornal, ao menos 50 pessoas estavam reunidas para uma oração matinal. Muitas conseguiram fugir ao ouvir os tiros, outros tiveram tempo de se esconder. Sashan Daliwal está entre os que conseguiram se esconder em um armário por mais de uma hora até conseguir escapar.

Casa Branca – O presidente Barack Obama disse neste domingo em um comunicado que “neste momento, o povo de Oak Creek deve saber que os americanos estão com eles em pensamentos e orações” e prometeu “prestar todo o apoio necessário.” Ele ainda disse que os sikhs fazem parte da “ampla família americana” e que lamentava que o atentado se desse em uma casa de culto.

Há 16 dias, um atirador invadiu um cinema da cidade de Aurora, na região metropolitana de Denver, nos Estados Unidos, na estreia do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

Sikhismo – O sikhismo foi criado em Pujab, noroeste da Índia, pelo Guru Nanak, que nasceu em 1469 na aldeia de Talwandi, a 65 quilômetros da cidade paquistanesa de Lahore. A religião combina elementos do islamismo e do hinduísmo. O termo sikh significa na língua punjabi “discípulo forte e tenaz”. Há mais de 20 milhões de sikhs no mundo, a maioria na Índia, entre eles o atual primeiro-ministro, Manmohan Singh. Segundo o Milwaukee Journal Sentinel, cerca de três mil famílias sikhs vivem no sudoeste de Wisconsin, nos EUA.