Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador do cinema comprou arsenal antes do massacre

O jovem James Holmes, autor do massacre do cinema no Colorado, comprou mais de 6 mil balas pela Internet nos últimos dois meses, informou a polícia na noite desta sexta-feira.

Toda a munição foi adquirida legalmente, assim como as quatro armas utilizadas no massacre, que James Holmes comprou em uma loja nos últimos 60 dias, revelou o chefe de polícia de Aurora, Dan Oates.

“Nos últimos 60 dias, ele comprou quatro armas – duas pistolas Glock, um fuzil AR-15 e uma escopeta Remington – em uma loja especializada, e mais de 6 mil balas pela Internet”.

O assassino, de apenas 24 anos, adquiriu 3 mil balas para o AR-15, 3 mil para as pistolas Glock e 300 cartuchos para a escopeta, destacou o policial.

“Também através da Internet adquiriu vários carregadores para um fuzil de assalto calibre .223, incluindo um tambor para 100 tiros, que foi encontrado na cena do crime”, revelou Oates.

“Os especialistas me disseram que com este carregador poderia ter feito entre 50 e 60 disparos (…) por minuto. Até onde eu sei, ocorreram rajadas no cinema”.

“Pelo que sei, todas estas armas foram compradas legalmente e toda a munição, também”, destacou Oates.

James Holmes invadiu a sessão de pré-estreia do novo capítulo da saga Batman em um cinema de Aurora, na periferia de Denver (Colorado), matando 12 pessoas e ferindo outras 59 na madrugada desta sexta-feira, sendo preso em seguida.

A nova tragédia que abala os Estados Unidos aconteceu a poucos quilômetros do local do massacre de Columbine, ocorrido em 1999. Holmes, originário de Aurora, não tem vínculos com terroristas.

O massacre reaviva o eterno debate sobre o controle de armas nos Estados Unidos.

O poderoso lobby das armas nos Estados Unidos, liderado pela influente National Rifle Association, acusa o presidente Barack Obama de favorecer a estratégia das Nações Unidas de limitar o direito constitucional dos cidadãos americanos de possuir armas de fogo.