Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Atirador deixa um morto no aeroporto de Los Angeles

A polícia americana afirmou que o suspeito entrou com um fuzil de assalto e abriu fogo dentro do terminal. Outras sete pessoas ficaram feridas

Por Da Redação
1 nov 2013, 14h32

Um homem fez vários disparos com um fuzil de assalto nesta sexta-feira no aeroporto de Los Angeles, deixando uma pessoa morta e outras sete feridas. Segundo a polícia, o suspeito foi identificado como um residente de Nova Jersey chamado Paul Ciancia, de 23 anos. A motivação do ataque ainda está sendo investigada. O atirador acabou ferido pelas autoridades e foi levado sob custódia. A vítima fatal é um funcionário da Transportation Security Administration (Administração de Segurança dos Transportes, ou TSA), agência responsável pela segurança dos aeroportos nos EUA, informou o jornal The New York Times. O ataque também provocou o cancelamento de pousos e decolagens e a evacuação do aeroporto.

A polícia não confirmou a versão, mas a imprensa americana especula que o atirador era um segurança da TSA. O Los Angeles Times e outros veículos de comunicação locais chegaram a afirmar que o atirador foi morto durante o tiroteio, uma alegação que também não foi confirmada oficialmente. A polícia se limitou a comentar que os seguranças trocaram tiros com o atirador no terminal do aeroporto.

Leia também:

Perseguição em Washington termina em tiros perto do Capitólio

Continua após a publicidade

Segundo o chefe de polícia do aeroporto, Patrick Gannon, o incidente começou às 9h20 local (14h20 no horário de Brasília), quando o atirador retirou o fuzil de uma bolsa e começou a disparar no aeroporto. Após uma troca de tiros, seguranças conseguiram abatê-lo.

O aeroporto, identificado pelo código LAX, informou o incidente via mídias sociais. Passageiros tiveram de ser evacuados do terminal 3, onde ocorreu o incidente. Fotos tiradas no local e publicadas no microblog Twitter mostraram um fuzil de assalto abandonado no chão do terminal.

O passageiro Robert Perez falou à TV CBS que agentes da segurança passaram correndo e gritando pelo terminal. “Eu escutei tiros e muitas pessoas se atiraram no chão”, disse Perez. Imagens de CNN mostraram, ao menos, uma pessoa sendo carregada para dentro de uma das ambulâncias que foram para o aeroporto.

O aeroporto de Los Angeles é um dos maiores dos EUA e uma importante conexão entre voos da América em direção à Ásia. Após o tráfego aéreo no aeroporto ter sido suspenso, os aviões começaram a se movimentar pela pista por volta de 12h00 no horário local (17h00 no horário de Brasília).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.