Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Atirador deixa três mortos em base naval na Flórida

Suspeito foi morto pelas forças de segurança; ataque também deixou sete pessoas feridas

Por Da Redação - Atualizado em 6 dez 2019, 15h51 - Publicado em 6 dez 2019, 11h08

Um homem armado deixou ao menos três mortos e sete feridos na Base Aeronaval de Pensacola, na Flórida, Estados Unidos, nesta sexta-feira, 6. O atirador foi morto pelas forças de segurança, segundo a Marinha americana.

O atirador era saudita, de acordo com a polícia, e a emissora NBC News reportou que seu nome era Mohammed Saeed Alshamrani.

De acordo com as informações divulgadas no Twitter da Marinha, os feridos foram transferidos para os hospitais mais próximos da base. Ainda não está claro se as vítimas do ataque eram militares ou civis.

A Base Aeronaval de Pensacola está localizada em Warrington, na Flórida. O tiroteio aconteceu em uma sala de aula de dois andares na base, que é um espaço de treinamento. O local foi isolado pelas autoridades, e de acordo com uma postagem no Facebook da base, ambos os portões estão fechados.

Este é o segundo ataque com arma de fogo a uma base militar americana. Na quarta-feira 4, um militar matou duas pessoas e depois cometeu suicídio na base aeronaval de Pearl Harbor, no Havaí

Publicidade

Este episódio foi registrado três dias antes do 78º aniversário do ataque japonês a Pearl Harbor, no qual morreram 2.403 militares americanos em 1941. O incidente provocou a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.

Em 2016, o Pentágono flexibilizou as regras sobre o porte de armas de fogo pelas tropas em instalações do governo, em resposta a uma série de ataques fatais contra militares.

Militares em determinadas funções podem portar armas, mas, com as novas regras, os comandantes podem autorizar o transporte de armas de propriedade privada.

Publicidade