Clique e assine a partir de 9,90/mês

Atirador abre fogo perto da sede da ex-KGB em Moscou

Uma pessoa foi morta a tiros e há relatos sobre feridos; agressor foi 'neutralizado', mas não identificado ainda

Por Reuters - 19 dez 2019, 14h05

Um atirador abriu fogo perto da sede do serviço de segurança da Rússia, o FSB, no centro de Moscou na noite de quinta-feira 18. O jornal Izvestia informou que uma pessoa foi morta no incidente, citando fontes locais. Há relatos sobre feridos.

Órgão que substituiu a KGB depois do fim da era soviética, o FSB informou que o atirador foi “neutralizado” – sem definir o termo – e que estava trabalhando para identificá-lo, informou a agência russa Interfax. A polícia expandiu o perímetro de segurança.

Vídeos não verificados e compartilhados nas redes sociais mostraram várias pessoas portando fuzis correndo por uma rua próxima da FSB na noite de quinta-feira. Uma testemunha disse que viu um policial morto no chão.

Sirenes, tiros e gritos foram ouvidos por pessoas da região, que também é uma movimentada área comercial popular entre turistas, a uma curta caminhada do Kremlin.

Continua após a publicidade

“O tiroteio começou por volta das 17h40”, disse uma testemunha. “Vi um membro da polícia de trânsito correndo pela avenida, escondido atrás de veículos”, disse a testemunha.

Cinco ambulâncias foram vistas saindo da área isolada.

Publicidade