Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atentado suicida durante protesto em Cabul deixa ao menos seis mortos

Manifestantes pediam mais segurança contra ataques terroristas do grupo Talibã; maior parte das vítimas é das forças de segurança

Pelo menos seis pessoas morreram e 20 ficaram feridas em um atentado suicida nesta segunda-feira 12 perto de uma manifestação contra o Talibã em Cabul, capital do Afeganistão.

A bomba foi detonada por um terrorista a poucos metros de onde se reuniam os manifestantes. “O homem bomba caminhava em direção aos manifestantes, mas foi detido em uma barreira a 200 metros” da concentração, de acordo com o ministério do Interior.

Najib Danish, porta-voz do ministério, afirmou que a manifestação passava pelos arredores de um colégio quando foi interrompida pela explosão. A maior parte das vítimas é integrante das forças de segurança, acrescentou.

Nenhum grupo terrorista assumiu a autoria da explosão até agora.

O protesto reunia centenas de integrantes da minoria xiita hazara, que pediam mais segurança em seus distritos no centro e no oeste do país, que atualmente são alvos constantes de ataques talibãs.

Após o ataque, o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, informou sobre as medidas de segurança implementadas nos três distritos. Segundo o assessor de Ghani, Fazel Fazly, a declaração deu fim ao protesto e os participantes “foram para suas casas”.

Os xiitas, especialmente a minoria étnica hazara, são alvos frequentes de ataques insurgentes, muitos deles cometidos pelos talibãs ou pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

(Com EFE e AFP)