Clique e assine a partir de 9,90/mês

Atentado no sul do Afeganistão mata 10 policiais e uma criança

Por Abdul Malik - 31 jul 2011, 12h28

Dez policiais afegãos e uma criança foram mortos neste domingo, em Lashkar Gah, capital da província de Helmand (sul), em um atentado suicida realizado diante do escritório do chefe de polícia da província, um reduto talibã, segundo novo balanço das autoridades.

“O número subiu para onze mortos e nove feridos. Um menino e dez policiais foram mortos. Entre os feridos sete policiais e dois civis”, disse Daud Ahmadi, porta-voz do governador da província.

De acordo com o porta-voz, um suicida detonou seu carro-bomba na entrada do complexo no momento em que um veículo policial entrava.

Os talibãs reivindicaram a responsabilidade pelo ataque em seu site.

“Um herói do Emirado Islâmico do Afeganistão (nome do Estado afegão sob o regime talibã entre 1996 e 2001) projetou seu veículo e o explodiu contra a polícia”, afirma o comunicado.

Lashkar Gah é uma dos sete principais áreas do país onde a Otan em julho transferiu o controle da segurança às forças afegãs.

Além disso, 10 guardas de uma empresa de segurança privada foram mortos no sábado em Ghazni, província do Afeganistão, região central do Afeganistão, quando protegiam um comboio logístico das forças da Otan atacado pelos talibãs, informaram fontes do governo provincial.

Continua após a publicidade
Publicidade