Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Atentado no Paquistão mata ao menos 20 pessoas

Adolescente com colete-bomba explodiu unidade militar em Mardán

Por Da Redação 10 fev 2011, 04h13

Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas nesta quinta-feira em um ataque suicida contra um centro de recrutamento militar na cidade paquistanesa de Mardán.

O atentado aconteceu em uma instalação do Regimento de Punyab de Mardán, na província de Khyber-Pakhtunkhwa, segundo um porta-voz militar.

Um adolescente com um uniforme escolar conseguiu entrar no local e explodir o colete que levava. A fonte militar assegurou que 20 pessoas morreram no atentado, sem especificar se são todos cadetes.

O centro se encontra em uma zona militar restrita, como muitas outras no país que abrigam instalações ou academias militares. Por isso, lançar ataques contra estes centros costuma ser mais complicado que em mercados ou mesquitas.

A Polícia e o Exército são alvos frequentes dos grupos insurgentes, que combatem as forças de segurança em vários pontos do conflituoso noroeste paquistanês e em áreas tribais fronteiriças com o Afeganistão.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade