Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atentado deixa pelo menos 25 mortos em funeral

Outras 50 pessoas ficaram feridas em ataque suicida ocorrido no leste do Afeganistão, na fronteira com o Paquistão. Talibã é suspeito

Pelo menos 25 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas após um atentado suicida nesta terça-feira durante um funeral, no leste do Afeganistão, perto da fronteira com o Paquistão, informaram as autoridades locais. A ação foi cometida por um terrorista que detonou explosivos presos em seu corpo no meio de uma multidão que se reuniu para participar da cerimônia.

Leia também: Após ataques em série, Otan suspende treinamento de recrutas afegãos

O chefe de polícia da província de Nangarhar, Abdullah Stanikzai, afirmou que o atentado tinha como objetivo atingir o principal responsável administrativo da localidade, Hamesha Gul, que ficou ferido com a explosão. Sediq Sediqi, porta-voz do Ministério do Interior, responsabilizou o Talibã pelo ataque, embora os insurgentes não tenham assumido a autoria do atentado.

Histórico – Este foi um dos maiores ataques contra civis realizados no país nas últimas semanas. A violência é muito intensa no sul e leste do Afeganistão e os atentados geralmente são realizados com explosivos de fabricação artesanal, principais armas dos rebeldes.

Nesta região do Afeganistão, onde predomina a etnia dos talibãs, a pashtun, os insurgentes lutam para derrubar o governo e forçar a saída das tropas internacionais do país, a fim de instaurar um regime fundamentalista islâmico, que dirigiu a nação de 1996 até 2001, ano da invasão americana.

(Com agências France-Presse e Reuters)