Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque suicida no Paquistão mata ao menos 23 pessoas e deixa 40 feridas

(Eleva o número de vítimas).

Islamabad, 17 fev (EFE).- Ao menos 23 pessoas morreram nesta sexta-feira e 40 ficaram feridas em atentado suicida na região tribal paquistanesa de Kurram, na fronteira com o Afeganistão, informou um policial à Agência Efe.

Um suicida detonou explosivos que carregava no mercado da localidade de Parachinar, perto da fronteira afegã.

De acordo com a rede de televisão ‘Khyber’, a região é marcada por uma forte presença de xiitas, seita minoritária do islamismo no Paquistão, embora fontes oficiais consultadas pela Efe tenham se recusado a confirmar que o ataque foi dirigido contra esse grupo.

As autoridades paquistanesas costumam minimizar a importância ou ocultar os frequentes ataques sectários que ocorrem no país, sobretudo os cometidos pelos grupos fundamentalistas sunitas, que são majoritários.

O atentado coincide com a visita a Islamabad do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, que participou de uma cúpula com os chefes de Estado do Paquistão, Asif Ali Zardari, e do Afeganistão, Hamid Karzai.

Kurram vem sofrendo há meses com conflitos entre o Exército paquistanês e a insurgência talibã, que tem grande influência na região da fronteira com o Afeganistão.

Segundo um relatório do Instituto do Paquistão para Estudos de Paz, o número de mortos por terrorismo em 2011 no país foi de mais de 2.391. EFE