Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque com facas fere passageiros em estação na China

Incidente ocorreu na principal estação de trem de Guangzhou, sul do país. É o terceiro ataque desse tipo em menos de seis meses nos transportes chineses

Pelo menos seis pessoas ficaram feridas nesta terça-feira em um ataque realizado por quatro pessoas contra passageiros na principal estação de trem da cidade de Guangzhou (Cantão), no sul da China, no terceiro incidente deste tipo em uma instalação ferroviária do país em apenas dois meses.

De acordo com a agência estatal de notícias Xinhua, o incidente ocorreu por volta das 11h30 (0h30 em Brasília) na parte externa da estação, quando os esfaqueadores feriram várias pessoas.

Segundo o site do jornal Diário do Povo, veículo oficial do governo chinês publicado pelo Partido Comunista, os responsáveis pelos ataques vestiam roupas brancas e investiram contra os passageiros que saíam da estação, depois que estes desembarcaram de uma composição que fazia a rota entre as cidades de Kunming e Guangzhou.

A polícia atirou em um dos responsáveis pelo ataque – alguns meis do comunicação chineses afirmam que ele teria morrido, mas a informação não foi confirmada. Outro foi preso, enquanto os dois restantes escaparam. Por enquanto, não foi divulgada a identidade dos responsáveis pelo ataque nem se os eles estão incluídos entre os feridos.

Precedente – O incidente desta terça aconteceu cinco dias depois que três pessoas morreram e 79 ficaram feridas em um ataque similar, com armas brancas e explosivos, em uma estação de trem em Urumqi, capital da região de Xinjiang, no noroeste da China.

Além disso, em 1º de março 29 pessoas morreram e 143 ficaram feridas em outro ataque com armas brancas em uma estação de trem na cidade de Kunming. O governo chinês atribuiu os dois ataques anteriores a grupos terroristas ligados a movimentos extremistas religiosos da região de Xinjiang, habitada por etnias de religião muçulmana como os uigures.

(Com agência EFE)