Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ataque americano no Paquistão mata ao menos 8 pessoas

Avião teleguiado disparou mísseis em uma região tribal, refúgio da Al Qaeda

Por Da Redação - 6 Maio 2011, 10h18

Oito mísseis disparados por um avião teleguiado dos Estados Unidos mataram pelo menos oito rebeldes islâmicos no noroeste do Paquistão nesta sexta-feira, segundo fontes militares paquistanesas. De acordo com o jornal americano The New York Times, o número de mortos foi ainda maior do que o divulgado por outros meios de comunicação: seriam dez mortos e quatro feridos atingidos em um restaurante na beira de uma estrada, uma casa e um veículo.

O ataque aconteceu em Datta Khel, no distrito tribal do Waziristão do Norte, próximo à fronteira com o Afeganistão, local considerado um refúgio para membros da Al Qaeda e talibãs paquistaneses. Fontes oficiais anônimas informaram que nessa região acontecem muitos ataques americanos, matando centenas de civis e muitos militantes terroristas, e que, somente em 2010, foram relatados 100 ataques.

Os Estados Unidos geralmente não confirmam suas operações realizadas no Paquistão, mas analistas dizem que somente forças americanas teriam capacidade de usar o tipo de avião usado nessas ofensivas. É o primeiro ataque desde que um comando especial da Marinha americana matou Osama bin Laden, ex-líder da Al Qaeda, há cinco dias na cidade de Abbottabad. Não se sabe se a equipe é a mesma responsável pela ofensiva desta sexta-feira.

Durante esta semana, membros de partidos islâmicos radicais saíram às ruas de várias cidades do Paquistão para protestar contra a morte de bin Laden e as operações americanas, que são consideradas uma violação à soberania do país. Nesta sexta-feira, cerca de 1.000 pessoas protestaram contra os Estados Unidos na cidade de Abbottabad, perto de onde bin Laden foi morto.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade